Dica de Leitura da Semana – 05 Passos para você vender mais pela Internet

Um guia super prático que vai te ajudar a dar um up na sua estratégia digital voltada para vendas!

Eles usam um personagem (O Cara) para explicar direitinho todos os 05 Passos prometidos no título do livro.

O quê eu achei mais legal é que eles não se limitam à parte “digital” da coisa. Eles também explicam conceitos básicos de venda. Pode parecer bobo, mas muitas pessoas têm idéias brilhantes e começam a empreender, mas não têm um background tão bem estruturado nessa parte técnica de vendas, e, por isso, acabam meio que se perdendo pelo meio do caminho… Então, é bacana já começar dando uma base para deixar todos os leitores no mesmo pé!

 

Download gratuito (yay!) e super recomendado! Não deixe para depois e baixe logo aqui!

Advertisements

3 dicas para ser um Empreendedor mais feliz

Oi gente! Tudo bem? Como vão os negócios? 🙂 Espero que esteja tudo prosperando bastante!

Hoje, vou fazer um post com 03 dicas bem legais para que vocês tentem evitar as principais dores de cabeça e frustrações que temos ao empreender.

É muito importante que você esteja/seja feliz com seu empreendimento, com a sua escolha. Mas, para isso, você precisar ter sempre em mente algumas coisinhas… Espero ajudá-los a perceber algumas delas com esse texto!

Vamos lá?

1- Acredite no seu potencial:

 

Vai fundo! Você consegue!

Vai fundo! Você consegue!

“Ué, como assim? Se eu já estou empreendendo, eu já não acredito no meu potencial?”

Seria lindo se fosse exatamente assim, não é mesmo? Mas, nem sempre é! Muitas vezes, apesar de ter dado o primeiro passo e ter arriscado muita coisa para empreender, você se pega desanimado e desmotivado, com medo de que seu Projeto não seja aquilo tudo, ou com medo de que você não vai conseguir dar conta, ou aguentar a pressão… Não é verdade? Saia já dessa! Acredite em você! Você não teve essa idéia por acaso, nem investiu no seu sonho porque não tinha mais o que fazer. Veja bem, não estou dizendo que não seja importante avaliar e reavaliar constantemente seus atos e seus objetivos, mas é preciso diferenciar evolução de medo, falta de coragem mesmo. Sério, você é capaz. Você não chegou até aqui porque esse era “o caminho mais fácil”. Não, não é o mais fácil. Dá trabalho mesmo, e você está trabalhando. Lembre-se do que te motivou lá no início a começar tudo isso. E, é só continuar, sem desanimar!

2- Aproveite todos e tudo que está a sua volta:

Aproveite todos os momentos para tentar tirar a melhor idéia possível dos seus contatos: eles têm informações riquíssimas para te passar!

Aproveite todos os momentos para tentar tirar a melhor idéia possível dos seus contatos: eles têm informações riquíssimas para te passar!

 

“Quem tem padrinho não morre pagão”

Sem sombra de dúvidas, você tem uma rede de contatos excelente. Você pode até não ter percebido isso ainda, mas você tem. Pode acreditar. A grande coisa é que as pessoas não aprenderam ainda a ler mentes, né? Então, para poder contar com o apoio e com o auxílio de todos que estão a sua volta, você precisa falar sobre o que está acontecendo na sua vida. Essa parte é realmente importante: você só consegue alcançar as pessoas e os negócios que deseja quando você se comunica. Aprenda a vender seu negócio para seus amigos. Se eu não contasse com a ajuda e com as indicações que meus amigos me deram/dão sempre, eu com certeza não estaria aqui. Esse é o famoso networking, mas de uma forma bem mais simples do que pode vir a parecer. Você pode começar dentro da sua própria casa, usando suas redes sociais, falando ao telefone, em um almoço de domingo, em um barzinho na sexta à noite. Sério, esse é o tipo de networking que você pode fazer a qualquer momento, basta você começar a falar sobre a sua vida. Eu sei que as vezes as pessoas podem ser muito críticas a respeito das suas decisões. Algo do tipo: “mas, e seu emprego?” / “nossa, você vai ganhar bem?” / “e a sua segurança?” / “como você vai pagar as contas?”. Acreditem, eu sei de verdade a agonia que dá ouvir este tipo de pergunta. Mas, felizmente, nem todas as pessoas pensam assim. Muitos dos nossos amigos e parentes ficam realmente felizes com esse tipo de mudança de estilo de vida, tipo de mudança profissional. E, eles querem participar, querem dar uma força. Pode ser indicando um Contador, uma Empresa de Embalagens, ou até mesmo falando de uma Gráfica que faz uns cartões bem bonitos. Pode ser, também, que eles queiram te dar dicas sobre seus produtos, sobre sua forma de comunicação. Aproveite isso. Use e abuse das opiniões de seus contatos. Elas são muito importantes. Mesmo que eles não sejam seu público-alvo, é muito importante ter a opinião de terceiros a respeito do nosso negócio, do nosso empreendimento. Enfim, não deixe de contar com a ajuda de sua rede de amigos: eles querem te ver feliz, eles querem te ajudar!

 

3- Renove-se:

Você sabe sim, claro que você sabe! Mas, você mesmo vai conseguir melhorar tudo isso, pode apostar!

 

“Mas, a minha idéia é tão boa!!”

Sim, a sua idéia é maravilhosa! Mas, ela nunca será tão boa que não possa vir a ser melhorada! Não é mesmo? Pensa só! Quando eu comecei com a idéia do meu empreendimento, eu tinha em mente algo bem mais simples do que o que de fato acontece hoje em dia. E, todos os dias eu procuro pensar em como fazer para melhorar aquilo que eu já tenho. Não é tarefa das mais fáceis, aceitar que aquilo que você criou/moldou com tanto carinho, cuidado e dedicação possa vir a ser completamente mexido e modificado. Mas, sério, isso é normal. Você precisa permitir que a inovação e a melhoria contínua entrem no seu dia a dia. As vezes, a mudança é tão grande, a idéia é tão bacana que você acaba por criar algo novo, algo diferente – sem nem mexer no seu Projeto inicial. Eu sei que seu empreendimento é tipo seu filho e só quem pode mandar e desmandar no seu filho é você mesmo, mas pense na possibilidade de deixar que a sua rede de contatos (olha a dica 2 aí!) te ajude um pouco com isso. Não tenha medo de se perder no meio do caminho. Você vai se achar de volta, pode apostar. Sua idéia é linda, eu sei, você também sabe. Mas, nós também sabemos que ela pode melhorar. Dê chance para que isso aconteça!

 

Bem, espero que tenham gostado das dicas! São só dicas mesmo, não são regras! Não estou tentando mandar em ninguém. Mas, eu realmente acho que podemos ser mais leves e mais focados ao mesmo tempo. E, que para isso nós só precisamos nos concentrar um pouquinho mais, e tentar ser um pouco menos cabeça dura 😉

Vejo vocês de novo bem em breve, prometo!

Abraços e ótima semana para todos!

Adhara

Compartilhando leituras…

Olá queridos!

Desculpem pelo sumiço! Os últimos dias foram intensos pra mim! Lancei um dos meus novos negócios (a Secret Bag Brasil) e tive meu tempo completamente tomado por isso! Mas, agora estou meio que de volta, para compartilhar alguns pensamentos bacanas com vocês!

Esse lindinho aí está me ajudando a construir a Secret Bag Brasil!

Esse lindinho aí está me ajudando a construir a Secret Bag Brasil!

E, pra voltar aos poucos, hoje vou indicar um livro que estou lendo, e que posso dizer  que vem mudando muito minha forma de ver/fazer negócios.

É oBusiness Model Generationum livro mais do que fantástico, que te faz repensar a forma de organização da sua empresa! Eu realmente indico!

Ele é extremamente visual, fato super bacana, porque não tem só texto, muitos parágrafos, e isso ajuda e muito quem acaba só tendo tempo pra ler à noite ou super tarde, quando já se está bem cansado!

Com ele, você aprende a fazer um Quadro de Modelo de Negócio que vai te dar uma visualização mais que ideal para seu empreendimento! Muito bom! Eu estou muito encantada!

Meu quadro branco já está todo rabiscadinho rs

O preço dele não é dos mais amigos, mas eu encontrei uma boa promoção no Extra.com e paguei R$54,00! Bom, né?

Super indicado, pessoal! Se joguem nessa leitura! Vale a pena!

 

Beijão! Adhara

 

Você não é um empreendedor só porque não gosta do seu chefe.

Oi gente!

Hoje, temos mais um post! Esse vai ser bem sincero e bem verdadeiro!

Você não é um empreendedor só porque não gosta do seu chefe.
Eu tenho percebido esse fenômeno. É algo meio estranho, devo dizer. Algumas pessoas confundem problemas de relações dentro de empresas com a vontade de empreender.

Sério: uma coisa não tem nada a ver com a outra.

Ser empreendedor é querer (e muito) colocar a mão na massa. É saber que vai ralar mesmo, e que não vai dar pra dizer “ah, ninguém me pediu isso” ou “eu não sabia”, porque não vai colar – ao menos que você queira se enganar. E, grande dica: não vai dar certo.

E, eu falo isso por experiência própria: meu primeiro pensamento, quando eu percebi que boa gostava muito do mundo corporativo e dos seus esquemas, foi de que eu deveria trabalhar por conta própria.
Mas, até aí, eu não disse nada!

Não basta só essa vontade de ser “livre de chefias” para te ajudar a crescer no mundo do empreendedorismo: você precisa de garra, de paixão, de coragem.

Você precisa encontrar uma razão, uma razão pela qual você se dedica (e, até mesmo se sacrifica).

Por exemplo, eu percebi que o quê me move é a vontade de tornar o mundo um lugar mais belo.

E, hoje, trabalho no ramo da maquiagem, dos cosméticos, e através disso eu tenho certeza de que estou deixando a vida de uma centena de meninas mais bonita.

Eu acho que essa é uma das maiores dicas que posso vir a dar pra vocês: achem a razão interna de vocês, aquela que mora dentro do seu coração e te faz ter vontade de fazer mil coisas diferentes.

Isso é empreendedorismo. Infelizmente, precisamos muito mais do que um chefe babaca para nos fazer iniciar uma caminhada tão longa e densa como essa!

Beijos 🙂

Dica de Livro – A Menina do Vale

Oi gente!

Queria começar o Blog dando uma dica bem legal para vocês, de algo que me inspirou bastante, e me ajudou a tomar uma série de decisões – inclusive de criar este Blog.

Acredito que o conhecimento seja algo que deve ir e vir, a todo tempo. Ou seja, ninguém detém conhecimento, ninguém é dono de sabedorias, verdades, etc. Então, a partir do momento em que você começa algo, descobre alguma coisa nova, você deve passá-la adiante.

E, a Bel Pesce fala exatamente sobre isso em seu livro “A Menina do Vale“.

Leitura mais do que indicada: necessária!

Leitura mais do que indicada: necessária!

Mas, quem é Bel? Bel é uma jovem empreededora brasileira, mas que não trabalha aqui. Ela trabalha no Vale do Silício. Tem uma empresa muito legal por lá – a Lemon Wallet.

Ela resolveu escrever este livro para passar seu conhecimento, suas experiências adianta – de forma que mais empreendedores se inspirassem!

E, o mais legal de tudo é que ela disponibilizou este livro gratuitamente na internet. O download e a distribuição são gratuitos. Ou seja, você pode baixar e enviar para todos os seus contatos que se interessam de verdade sobre o tema, ou para aqueles que precisam de “um empurrãozinho”, e por aí vai!

Vocês podem fazer o download do livro aqui.

Eu realmente indico essa leitura – ela inspira demais! Ajuda a enxergar que não existe dia, idade, hora certo, nem momento ideal para começar a empreender. Você agindo com paixão, com muita garra, você vai alcançar seus objetivos, e desenvolver seu plano.

 

Super verdade!

Super verdade!

Para mim, a parte mais bacana do livro é quando ela mostra que temos sempre que aprender com nossos erros, porque eles são super valiosos também. E, isso é muito verdadeiro! Eu aprendi muito com basicamente todos os erros que cometi na minha empresa. Feedback de clientes insatisfeitos (desde em relação à qualidade dos produtos, até mesmo aos problemas com a entrega) me deram munição para lidar com os problemas e pontos fracos do meu negócio.

Bel é um ótimo exemplo de que nada na vida vem de mãos beijadas, mas que se você tiver determinação, coragem e vontade, você com certeza vai alcançar seus objetivos!

Leitura super aprovada e indicada! Não deixem de fazer o download do livro!

Beijos 🙂